Resenha Marvel: Guerra Civil 2 – Parte 6 – FINAL!

Nerd Café 04/14/2018

Por: Antônio Teodoro

90050_520x520

“Tudo aquilo que tem um começo… Tem um fim”! É… E chegamos ao final de Guerra Civil II com o nº 06 (edição brasileira). Presenciamos o derradeiro combate entre a Capitã Marvel e o Homem de Ferro tendo o Capitólio em Washington e vários heróis Marvel como testemunhas. No mesmo instante no qual a batalha é definida, Ulysses tem as suas últimas visões e projeções: Em “Splash Pages” (páginas duplas ou com uma única página desenhada). Percorremos alguns futuros (histórias) possíveis, desenhadas por diversos artistas convidados como: Adam Kubert (Monsters Unleashead), Leinil F. Yu (X-MEN X Inumanos), Daniel Acuna (com o sombrio arco do Capitão América da Hydra que desembocará na nova grande saga da editora: Império Secreto), etc… Ao findar dessas premonições, também conhecemos o destino do o inumano precognitivo, pivô de toda essa guerra.

IMG_20180402_172057604

Tomamos conhecimento da situação inconclusiva de Tony Stark que gera um debate entre Carol e Hank McCoy (O Fera) sobre o diagnóstico dele (Tony). Ao final, a Capitã presta contas ao presidente dos E.U.A. da época sobre os eventos ocorridos. É a “desculpa” que Bendis (o autor) tem de nos mostrar o que está acontecendo no Universo Marvel a partir dali. Uma maneira de nos apresentar o que vamos acompanhar daquele momento em diante.
Além do capítulo final da saga ainda contamos com outras histórias diferentes relacionadas ao evento: PÓS-PRÓLOGO encerrando também o arco iniciado lá no começo da série, onde Nick Fury (Jr.) explica suas motivações para seguir em frente, agora na clandestinidade. Ainda temos uma história da nova Tropa Alfa e outra da Misty Knight e o novo Comando Selvagem a serviço da ESTACA (Equipe de Soluções Táticas contra Ameaças Conhecidas Aberrantes).

IMG_20180402_172353895

Bom, ao final da saga o que fica de relevante? No ponto de vista do leitor (consumidor) , particularmente, foi uma história divertida, porém, aquém do arco/plot original (Mark Millar/Steve McNiven). Nada “execrável” ou “horrível” tão alardeada por muitos. Por outro lado, se você estiver acompanhando a mensal do Homem de Ferro (agora com Riri Williams substituindo Tony e Victor Von Doom como o Infame Homem de Ferro ambas escritas por Bendis) e a do Capitão América (de Nick Spencer) deve ter constatado o quanto essa saga cresce/encorpa ao acompanhá-las em paralelo. Na terra do Tio Sam a Marvel lançou mais uma nova fase: a Marvel Now! (Sim, de novo). Que segundo Axel Alonso (editor e “porta-voz” da empresa): “Não se trata de de um novo evento, mas do estado do Universo Marvel após a minissérie”. Uma arte de Mike Deodato (famoso desenhista brasileiro) mostra-nos vários personagens, alguns inéditos por aqui, das aventuras que estarão por vir. Caso tenha gostado da Guerra Civil II, sugiro que passe a acompanhar a mensal do Capitão América que alicerçará a nova saga da Casa das Ideias: Império Secreto! E que venha mais essa! Até breve.

images (11)

Tweet about this on TwitterShare on Google+Share on Facebook
Veja mais!

Comente

Comente pelo site ou Facebook

  1. *