O final de temporada de The Walking Dead apontou para um novo recomeço ou foi frustrante?

Thais Costa 04/17/2018

Nesta última semana foi ao ar o último episódio da oitava temporada de The Walking Dead, alguns fãs gostaram enquanto outros acharam frustrante, assim como foi toda a temporada.

 

The Walking Dead vem caindo e não é de hoje, depois de uma razoável sétima temporada, os fãs esperavam que a série fosse finalmente retomar os trilhos, e deslanchar a oitava temporada com a guerra contra Negan e os salvadores. O que não ocorreu na verdade. Após dois primeiros episódios bem intensos, o roteiro desandou, a série ficou bem morna, com pitadas de cansaço e degringolando a cada episódio.

 

Um dos erros fatais dessa temporada, foi abrir espaço para novos personagens e mostrar seu sofrimento. Personagens no qual o público estava pouco se importando, pois não havia identificação alguma, como o pessoal do lixão. Aos poucos a grande guerra contra Negan que vinha sendo anunciada desde o início da temporada, se arrastou até o último episódio e isso deixou os fãs bem descontentes. Em alguns momentos alguns personagens já conhecidos do público foram ganhando mais espaço, porém sem propósito algum, como o Morgan (Lennie James) que teve muita importância e agora parte para a série derivada Fear The Walking Dead.

 

0691340

 

Também nessa temporada houve uma grande perda de um dos protagonistas e que havia bastante importância, acarretando consequências e retomada de decisões para Rick (Andrew Lincoln) e Negan (Jeffrey Dean Morgan). Além disso podemos observar o crescimento da personagem Maggie (Lauren Cohan) como líder para o grupo opositor a Negan.

 

walking-dead-maggie-new-750x380

 

Além desses e outros erros, o último episódio foi um dos melhores da temporada analisando a temporada como um todo, mas ainda sim para uma season finale foi bem fraco, se tivesse sido episódio da mid season finale, seria até aceitável. Tanto que foi registrada a pior audiência em um final de temporada desde a primeira da série em 2010. A verdade é que a cada dia The Walking Dead está se tornando a série que amamos odiar. Tanto potencial jogado fora muitas vezes.

 

Os fãs que acompanham as HQ’s colocaram muita expectativa para essa guerra, pois nos quadrinhos é uma guerra bem grandiosa, mas a série fez algo diferente. Não foi ruim, mas podia ter sido bem mais explorado. Seguiu algumas ideias dos quadrinhos, mas ocorreu diferente em outros aspectos. O fato é que o roteiro poderia ter sido bem trabalhado, por exemplo um ponto importante seria explorar mais a comunidade de Oceanside e outros personagens que verdadeiramente fariam a diferença. E com isso compactar mais os diálogos e as ações sem enrolação. Tornando a série mais dinâmica e mais esplendorosa de se ver e como já foi nas primeiras temporadas. Pois em alguns momentos algumas atitudes apareceram de forma jogada sem ter um mínimo de senso.

 

Nessa season finale, algumas cenas especificamente nas últimas cenas do episódio podemos ver um diálogo entre Maggie, Jesus e Daryl confabulando e abrindo assim um leque de possibilidades do que eles podem vir a fazer sobre a atitude que Rick tomou sobre Negan.

 

the_walking_dead_jeffrey_dean_morgan_andrew_lincoln_finale_season_8_fixed_large

 

Enfim, a temporada não foi de toda ruim e desandada, tiveram pontos importantes que se sobressaíram. Acho que esse desfecho foi bem mais frustrante do que aceitável. Só nos resta esperar para saber o que vem agora, a nova organização das comunidades, o fim de Negan (afinal ele foi um vilão bem importante), se Dwight realmente saiu da série, quem era naquele helicóptero? e será que já veremos os sussurradores?

 

Tweet about this on TwitterShare on Google+Share on Facebook
Veja mais!

Comente

Comente pelo site ou Facebook

  1. *