Editora Zahar e seus clássicos

Alrely 02/27/2018

Sem título2

Oi genteeee,
Nas minhas andanças literárias resolvi trazer pra vocês a coleção Clássicos Zahar que conta com os principais títulos e autores da literatura mundial em textos integrais, ou seja, sem alterações na tradução, sem falar nas edições comentadas maravilhosamente lindas! Este ano serão relançados alguns títulos como Viagem ao Centro da Terra de Jules Verne (Janeiro), O Morro dos Ventos Uivantes de Emily Bronte (Maio) e O Quebra-nozes de E.T.A. Hoffmann (Outubro) que foi traduzido diretamente do alemão, aproveitando também o lançamento do filme ainda este ano.

 

frankenstein-ou-o-prometeu-moderno-colecao-classicos-zahar-edicao-comentada-mary-shelley-853781654x_600x600-PU6e7e7696_1

 

 

Como sou fã de histórias de terror e clássicos, inicio indicando à vocês Frankenstein escrito por Mary Shelley. Conta a histórias de Victor Frankenstein, um cientista determinado a dar vida à matéria morta que acaba por construir um monstro a partir de restos humanos, mas sem coração, sem alma; porém a situação foge de seu controle ao tentar destruir sua criação, que beirando a rejeição passa a perseguir seu mestre com sede de vingança.

arte_Dracula

Outro grande clássico é Drácula escrito por Bram Stoker. Publicado em 1897, virou um marco de um novo gênero na literatura, o terror. Essa história (um pouco perturbadora para a época) conta a história do Conde Drácula e sua legião contra um grupo liderado por Van Helsing, Jonathan e Mina Harker que estavam decididos a exterminá-lo. Dizem que foi inspirada no príncipe romeno Vlad Tepes (Vlad III) conhecido como Draculea (filho do dragão, já seu pai era um dos principais membros da Ordem do Dragão – sociedade cristã). Podemos ver esse brilhante personagem em diversos filmes também, que usam de sua escuridão para aprimorar histórias, como exemplo, Van Helsing (2004 – direção de Stephen Sommers) com o eterno Wolverine, Hugh Jackman, como protagonista.

ABestaHumana_comentado

Não muito conhecido, A Besta Humana, escrito por Emile Zola fala a história de Jacques Lantier, um maquinista que tinha uma estranha psicose: matar as mulheres por quem se sentia atraído, até sua locomotiva ter uma encantadora, bela e cruel jovem, Séverine. Trata-se de uma narrativa bastante complicada, principalmente quando se entende a metáfora da “besta” para definir a racionalidade humana e seu entendimento do que é viver em sociedade. A obra é o 17º título do projeto literário intitulado Os Rougon Macquart.

41rZgedZADL._SX344_BO1,204,203,200_

A mulher da Gargantilha de Veludo e outras histórias de terror, escrito por Alexandre Dumas (O conde de Monte Cristo e Os três Mosqueteiros) é minha última indicação e traz duas novelas. A primeira tem como protagonista E.T.A. Hoffmann, da história que intitula a obra. A segunda é 1001 fantasmas, o homem se entrega à polícia depois de decapitar a esposa afirmando que a cabeça falou com ele.

 Nota: Entre os já citados acima a coleção conta com diversos títulos e edições magníficas de ficção científica, fantasia e romances. Inclusive Sherlock Holmes e suas aventuras estão inclusos nessa coleção. É isso aí gente! Meus títulos preferidos de terror são esses e quais os seus?? Me conta!

Tweet about this on TwitterShare on Google+Share on Facebook
Veja mais!

Comente

Comente pelo site ou Facebook

  1. *