A representatividade feminina em Fullmetal Alchemist.

Penelope Guimaraes 06/20/2018

Apesar de já ter uns aninhos (exatamente 17 anos), Fullmetal Alchemist ainda prevalece como uma das histórias mais originais e bem elaboradas dos animes e mangás. Existe, dentro da narrativa, diversas linhas de foco e críticas, como a sutil analogia à Segunda Guerra Mundial, ao preconceito aos povos islâmicos, à busca pelo divino e a superação a Deus. Fora esses fatos, temos o amor fraternal dos protagonistas, o respeito entre amigos e a filosofia de que para tudo que queremos precisamos dar algo de mesmo valor (a Lei da Troca Equivalente), que faz o mundo movimentar-se e sobre a existência tão pequena do Humano no universo. Além de tudo isso, ainda existe um conjunto de histórias e personagens que nos cativam.

 

Escrita pela mangaká, Hiromu Arakawa, a trama de Fullmetal Alchemist tem personagens caricatas e únicos. A presença feminina na narrativa é marcante. As mulheres de FMA não são retratadas como simples e sem presença, mesmo aquelas que tem pouca participação. Para mensurar um pouco da ideia sobre suas mulheres, aqui vai uma análise individual de algumas das mais notáveis:

 

Trisha Elric

 

Imagem relacionada

Mãe dos irmãos Elric e esposa de Van Hoimhein, apesar de ser uma singela dona de casa, mostra-se uma esposa amorosa, determinada e forte. Mesmo doente, Trisha não se deixou abater e aguentou firme até o último momento com seus pequenos filhos.

 

 

Riza Hawkeye

 

Resultado de imagem para hawkeye fma

 

A devotada subordinada do General Mustang, Riza é decidida e não brinca em serviço. Com seus “olhos de falcão”, Hawkeye é atiradora de elite e herói da Guerra de Ishival. Com um passado conflituoso, ela busca por sua independência e provação. Ela é a defesa número um do Alquimista do Fogo e sua leal conselheira. Sem ela, com certeza, ele já estaria morto.

 

Pinako e Winry Rockbell

Resultado de imagem para pinako and winry

 

Amiga de longa data de Hohenheim, Pinako é avó de Winry Rockbell e cuidou da neta após o falecimento de seus pais na Guerra de Ishival. Em alguns flashbacks (ou seriam devaneios de Hohenheim?), nota-se uma personalidade forte e descontraída em sua juventude. Além de cuidar da neta sozinha, ainda cuidou dos jovens Elrics após falecimento de Trisha e é dona e mecânica de uma oficina de automails. É mole?

 

Sendo neta de Pinako, Winry herdou as habilidades na confecção e na manutenção de automails. Além de ser corajosa, é persistente, inteligente e muito gentil.

 

Olivier Mira Armstrong

 

Resultado de imagem para olivier armstrong

 

 

Irmã do General Alex Armstrong, Olivier é comandante em Briggs, onde a lei é de que somente o mais forte sobrevive. Comanda sua tropa com braço de ferro, mas não deixa der ser complacente com seus companheiros. É severa e muito perspicaz!

 

 

May Chang

 

Resultado de imagem para may fma

É uma princesa que não tem nada de docinha! Viajou do país de Xing para Ametris, atravessando desertos para encontrar a imortalidade e tentar salvar seu clã. Apesar do tamanho e da pouca idade (não especificada na história), May é determinada e guerreira, lutadora de artes marciais, além de uma notável executora de Retanjutsu (arte de “Alquimia” de Xing).

 

Izumi Curtis

 

Resultado de imagem para izumi fullmetalComo ela mesma gosta de dizer é “apenas uma dona de casa”. Dona de um açougue, Izume foi a mestra dos irmãos Elric, ensinando além de Alquimia, artes márcias e os mistérios do universo. Assim como Ed e Al, Izume fez transmutação humano tentando reviver seu filho bebê. Isso custou a ela vários órgãos, mas isso a impediu de persistir e lutar. Ela é uma das Alquimistas mais poderosa na narrativa, sobrevivendo ao treinamento no Norte de Briggs (mesmo roubando comida da muralha). Então, nunca subestime uma dona de casa!

 

Além dessas, muitas outras personagens femininas mostram sua força e virtudes ao longo da jornada dos jovens Elrics que fica impossível trazer todas em uma matéria só. Todas, em funções normalmente predominante masculinas e obtendo igualmente bom desempenho.

 

Não há intensão em minorizar nem menosprezar a representação masculina da história de Fullmetal Alchemist (que tem uma fantástica participação), apenas ressaltar que, apesar de ser um shonen (para o público masculino), a narrativa não denigre nem diminúi a imagem das mulheres, como tantos outras histórias de mesmo estilo (que mostram mulheres amplamente dependentes e frágeis e apenas uma ou outra notável) e nem faz com que sejam maiores ou melhores do que os personagens homens, ambos trabalham unidos e com igual valor e força, que é o principal foco da luta feminista.

 

Arakawa tem uma visão ampla e simples sobre a mulher e seu valor social, não só nessa como em suas demais produções que estão sempre buscando agradar e surpreender os fãs!

Tweet about this on TwitterShare on Google+Share on Facebook
Veja mais!

Comente

Comente pelo site ou Facebook

  1. *