5 Séries que começaram boas mas ficaram ruins

Matheus Albuquerque 06/27/2018

Existem algumas séries que nos empolgam bastante, nos fazem acompanhar personagens e crer em suas histórias. Manter uma audiência fiel e satisfeita com a história até o fim dela não é um desafio fácil, e para muitas séries se tornou impossível. Abaixo, segue uma lista com 5 Séries que com o tempo  foram deixando de serem tão empolgantes assim.

  1. Heroes

heroes

A série da NBC estreou em 2006 e foi um sucesso absoluto. Heroes trouxe a proposta que todo fã de HQ’s ama: mostrar heróis em suas vidas comuns, vivendo dilemas comuns e tendo que lidar com seus poderes. Com essa premissa, a comparação com X-MEN foi instantânea, algumas críticas até igualaram a série com a equipe de Stan Lee e Jack Kirby, os números de audiência foram estrondosos. Heroes estreou com 5.9 pontos de audiência, o número superou o de Lost, que era a “Game Of Thrones” dos anos 2000. A primeira temporada fechou com críticas muito positivas, gerando ansiedade para as próximas, contudo o segundo e terceiro ano da série sofreu com a onda da greve dos roteiristas de 2007 até 2008, trazendo para o roteiro histórias que, sendo bem gentil, poderiam ser chamadas de toscas. Em 2009, na quarta temporada, houve uma tentativa de resgatar os bons princípios da série, um novo grupo de heróis foi adicionado, contudo o público já tinha abandonado o barco o que fez com que a série fosse cancelada.

P.S.: Em 2015, Tim Kring, criador da série, voltou para fazer Heroes Reborn. A estréia foi um fracasso e a série recebeu nota de 43% “podre” no Rotten Tomatoes. Esperamos que essa temporada tenha encerrado o assunto de vez.

  1. Arrow

arrow-serie-de-tv-soundtrack

Alguns podem até me crucificar por esse nome nessa lista, entretanto, a grande maioria concorda que a série começou muito bem, com uma das histórias clássicas da DC. A série contava a história do Milionário Oliver Queen, o Arqueiro Verde. Com a lista deixada pelo pai, Oliver sai por Starling City fazendo justiça a quem era uma ameaça à cidade e seu império. Até a segunda temporada, Arrow consegue manter um bom ritmo com atuações medianas, mas com uma boa direção. Tudo muda quando o público de Arrow passa a ser outro e a CW decide seguir por um lado mais melodramático, dando muita importância e tempo de tela para o romance mais chato da história – Oliver e Felicity. Sem embasamento em HQ’s para esse interesse amoroso do Arqueiro, a série ficou parecendo muito com a eterna novela da Globo: malhação (não sendo isso um elogio tratando-se de uma série de super-herói). Além do fato de que TODOS na série, de repente, eram lutadores e se tornariam um herói ou vilão, trazendo total desapego aos personagens. Daí para frente a série começou a ruir, sobrevivendo até hoje por uma audiência mediana sustentada por fãs que ainda acreditam que pode melhorar. Vamos torcer.

  1. Glee

glee_wallpaper_2_by_albertomolina-d3jlml2

Acalmem o coração, tentaremos ser justos nessa menção. Glee é uma das mais bem premiadas dessa lista. Em suas duas primeiras temporadas ganhou prêmios importantíssimos como Globo de Ouro, Emmy entre outros. A série tinha uma proposta incrível que era falar sobre preconceito, bullying, diversidade de uma forma bem própria e com identidade. Como se tratava de um musical, em suas primeiras temporadas, a história conseguia mostrar a realidade do cotidiano do ensino médio norte-americano de forma leve e bem-humorada. A coisa começou a desandar a partir o terceiro ano quando as temáticas fundamentais da série ficaram um pouco de lado e as performances musicais começaram a ser o foco da série, muitas vezes sem justificativa alguma para acontecer. Nos primeiros anos, cada performance tinha seu contexto embasado por um roteiro que dava suporte para os musicais. Isso se perdeu. A troca de personagens dificultou ainda mais Glee. Contudo, os produtores se esforçaram para realizar um último ano digno. No ano de 2015, aconteceu uma temporada de redenção que tinha a proposta de retomar vários conceitos clássicos do início da Série, fechando a história de uma forma honrosa.

  1. The Walking Dead

the_walking_dead_1920x1200_wallpaper_0-e1361652203157

Aqui está uma que certamente é concordância geral. TWD entrou para o mar do Hype em 2010, quando estreava de forma despretensiosa e se tornando um fenômeno mundial rapidamente. A série ainda está em exibição, mas grande parte do seu público desistiu no meio do caminho. Uma das coisas mais legais da série era mostrar nossas reações humanas sempre elevadas ao extremo. A história nunca foi sobre enfrentar zumbis, e sim, como nós seres humanos nos agregaríamos passando por uma ameaça mundial. As relações humanas faziam TWD ser fascinante e a ameaça zumbi era o gatilho para as melhores reações de desespero. Contudo, a série foi perdendo cada vez mais algo muito importante: ritmo. Até hoje, é muito difícil TWD recuperar o Time que tinha nas suas temporadas iniciais, algo que ficou bem explícito no número de audiência que caiu 68% com relação a sua temporada de maior número de espectadores (3º temporada). Só nos resta esperar para saber como Rick e seus amigos terminarão essa jornada (quem tiver fôlego fique à vontade para acompanhar).

  1. LOST

tumblr_static_lost-217101

Para fechar com chave de ouro não poderíamos falar da série que mais decepcionou na história da TV. Com um sucesso estrondoso, Lost foi uma série que se tornou uma febre em tempos onde a internet era muito restrita. Em 2004, o mundo começou a acompanhar a história de vários passageiros que sobreviveram a um acidente aéreo e caíram em uma ilha que também era um personagem da história. Cercada de mistérios, Lost era um quebra-cabeça que as pessoas amavam teorizar e apostar. Era um cubo mágico que a cada fim de episódio todos iam para os grupos de fóruns de internet para começar a expor suas ideias. No começo, a proposta era que a série fosse uma espécie de Náufrago: a Série, mas com a entrada de J.J.Abrams para a produção, logo ele mudou o rumo para uma ficção científica com fantasia. Inicialmente, Lost teria apenas 3 temporadas, porém com todo sucesso que vinha fazendo a ABC decidiu que a série terminaria na sexta temporada. J.J.Abrams deixou de auxiliar na criação da série na terceira temporada, o que fez com que os rumos tomados ficassem bem complicados. Ursos polares, monstro de fumaça, estações de pesquisa científica abandonada, viagem no tempo e… uma bomba atômica. No fim várias pontas soltas que esperávamos respostas (até hoje me lembro que joguei os números 4, 8, 15, 16, 23, 42 na mega sena da virada) mas no final, nada se respondeu e foi abandonado, nosso cubo mágico nunca será completado, e isso gerou muita insatisfação, o que para mim faz com que Lost fique para história, como a série que mais movimentou as teorias na internet numa época em que a internet nem era tão popular assim, mas também fica para a história como a série com o final mais decepcionante de todos.

Gostou da lista? Faltou alguma? Não concorda com alguma? Deixa aí sua opinião nos comentários.

Tweet about this on TwitterShare on Google+Share on Facebook
Veja mais!

Comente

Comente pelo site ou Facebook

  1. *