5 Livros sobre… Jogos!

Alrely 04/25/2018

Oi genteee!!

Esse mês eu começo com vocês uma nova tag: “5 livros sobre… (tal assunto)”; começando com jogos. Dentre os muitos já escritos selecionei cinco séries literárias inspiradas nos jogos de plataformas como playstation e Xbox (entre outras), juntamente com a equipe Nerd Café!

 

assassins-renascenca-horz

 

 

 

 

 

 

Assassin’s Creed, escrito por Oliver Bowden – pseudónimo do historiador britânico Anton Gill, todos publicados pelo selo Galera da editora Record. Assim como o jogo, os livros trazem uma complexa trama envolvendo o presente e uma mistura de passado histórico com ficcional, com personagens reais e inventados dando um novo colorido à história em um ar bem conspiratório. Uma narrativa tão grandiosa que não coube somente nos jogos, partiram para o universo literário e cinematográfico, tendo sua primeira adaptação para o cinema em 2017, com Michael Fassbender como protagonista.

 

transferir (1)-horz

 

 

 

 

 

 

Warcraft, a série foi escrita originalmente por Richard A. Knaak, mas teve diversos tradutores, porém, todas as suas edições foram publicados pelo selo Galera da editora Record. De início, é um game para PC com tanto sucesso que teve várias vertentes também, como a literatura e o cinema, tendo seu primeiro filme lançado em 2016. Atualmente a saga conta com várias publicações literárias, envolvendo quadrinhos, livros romanceados e sobre o jogo. Desde a época em que o jogo era apenas de estratégia para PC, alguns dos livros que compõem esta parte são a trilogia War of the Ancients, formada pelos romances The Well of Eternity (2004), The Demon Soul (2004) e The Sundering (2005), que na verdade, contam uma história que se passa antes mesmo do primeiríssimo jogo, durante a primeira invasão da Burning Legion a Azeroth, mas ainda não foram publicados no Brasil.

 

transferir (3)-horz

 

 

 

 

 

 

Resident Evil, escrito por S.D. Perry e publicados pela editora Benvirá, a série literária vai para os fãs de Resident Evil que desejam entender o incidente em Raccoon City, que teve início na fabulosa mansão Spencer. Usando como base a história do primeiro jogo da série, o autor reconta os acontecimentos registrados nas montanhas Arklay, onde ocorrências de canibalismo assustam a população. Com sua primeira adaptação cinematográfica lançada em 2002, protagonizada Milla Jovovich, o filme é baseado nos jogos, não sendo uma cópia fiel do game, porém, tão famoso quanto!

 

1-horz

 

 

 

 

 

 

The Witcher, escrito por Andrzej Sapkowski (considerado praticamente um Tolkien na Polônia) publicados pela editora Martins Fontes,  sempre com duas opções de capas diferentes: uma traz representações dos personagens que tem algum destaque do livro em questão, e não possuem qualquer indício que remeta ao game; já as outras , trazem não apenas o logotipo criado pela CD Projekt Red para sua franquia de jogos, como traz sempre o protagonista Geralt de Rívia com seu visual utilizado em The Witcher 3: Wild Hunt, numa clara tentativa de atrair esse público gamer. Uma curiosidade é que antes mesmo de se tornar o game de sucesso que é hoje, Wiedźmin – nome de origem – era uma série literária de muito sucesso em seu país.

 

23

 

 

 

 

 

 

 

 

 

God of War, escrito por Matthew Stover e Robert E. Vardeman e publicados pela editora Leya em 2010, sendo assim, o livro é baseado no game, não o contrário. Os livros são bem escritos e tem uma boa base da mitologia grega. Kratos terá novos inimigos e criaturas para destruir e vencer, podemos citar a presença de harpias, medusas, minotauros, centauros, hidras, entre outros seres mitológicos. Além de várias tramas menores que acabam envolvendo vários deuses gregos como Athena, o deus da guerra Ares, o deus dos mares Poseidon, e o senhor de todos os deuses, ZeusAssim como no game, a história é contada de um jeito surpreendente e único, a ponto de passar a impressão que Kratos realmente faz parte da mitologia grega. Talvez se os gregos tivessem ouvido falar de seus feitos, com certeza ele estaria entre seus contos. A melhor parte é perceber que todas essas tramas já estavam no jogo, de forma implícita. A história também adiciona novos personagens, quem lembra do minigame daquelas duas garotas? Aqui temos uma melhor descrição da cena. Além de toda uma explicação mitológica para a presença de vários outros seres.

 

Pra quem gosta de todos os games acima vale a pena ler um pouco mais da história, e pra quem não joga, os tramas de cada volume nos envolve cada vez mais na história. E aí? Gostou?

 

 

Tweet about this on TwitterShare on Google+Share on Facebook
Veja mais!

Comente

Comente pelo site ou Facebook

  1. *